- Entrevista

Entrevista com Flávia Sobral – Somed Distribuidora

“O mundo muda muito rápido e é essencial ter uma equipe que se adapte a isso, que esteja atualizada e motivada a gerar valor para os clientes, pois é isso que vai fazer a diferença”.

Jovem sucessora de segunda geração familiar, a empresária Flávia Sobral, da Somed Distribuidora, mostra nesta entrevista a sua visão empresarial, com a certeza que o futuro do mercado depende da atualização profissional constante. Assim fazendo um ambiente de negócios melhor para o mercado atacadista distribuidor.

Sincadise – Como você avalia o mercado farmacêutico em Sergipe e quais as expectativas para os próximos anos?

Flávia Sobral – O mercado farmacêutico de Sergipe mostrou toda a sua competência e maturidade diante dos desafios impostos pela pandemia. A cadeia logística funcionou perfeitamente e o acesso a medicamentos foi garantido a toda sociedade sergipana, o que mostra a solidez deste mercado.

O mercado farmacêutico é muito dinâmico e o que esperamos para os próximos anos é a continuidade da expansão de algumas redes locais, bem como a ampliação do número de lojas de redes de grande porte como Pague Menos e Drogasil, estas possivelmente abrindo suas primeiras unidades no interior do estado.

O uso de novas tecnologias, ampliação dos serviços de saúde oferecidos no varejo, aumento do portfólio de produtos HPC (higiene pessoal, self-care, cosméticos, perfumaria e afins) nas lojas, aumento dos pedidos atendidos por delivery são algumas tendências latentes.

SCD – A Somed é uma empresa que completa 23 anos de atuação no mercado sergipano. O que motivou sua família, através de seu pai, Clóvis Sobral, a empreender no segmento de medicamentos?

FS – A história da nossa família com o mercado farmacêutico vem de longa data. Meu avô paterno trabalhou neste ramo durante décadas e meu pai é a segunda geração completando 50 anos de trabalho na área. Eu sou a terceira nesta linhagem, com quase 20 anos acumulados de mercado farmacêutico.

Sr. Clovis Sobral Júnior, fundador da Somed, é um sergipano empreendedor nato e após passar décadas fora de Sergipe, assumindo funções executivas em laboratórios multinacionais, decidiu voltar à terra natal e iniciar seu próprio negócio em 1994, abrindo a Sofarma Distribuidora que chegou a ser a maior distribuidora de medicamentos de referência do estado. Em 1996, abriu a União Distribuidora de Medicamentos Similares e em 1998 criou a Somed Distribuidora que tinha inicialmente o foco de trabalhar com produtos de higiene pessoal, hospitalar, cosméticos e correlatos. Posteriormente, a Somed passou a acrescentar também medicamentos genéricos e similares, ampliando o seu mix de produtos.

SCD – Você é uma jovem que se destaca na administração da empresa, sendo uma sucessora familiar de segunda geração. Como ocorreu a decisão para atuar na empresa da família?

FS – Eu comecei a trabalhar nas empresas da família aos 17 anos. Passei por todos os departamentos para entender as peculiaridades de cada um. Em paralelo, procurei me especializar em gestão com pós-graduações e estudos no Brasil e no exterior. Morei nos Estados Unidos, Inglaterra e Argentina para conhecer novas culturas, formas de trabalho e estratégias, sempre estudando. Ao retornar ao Brasil, decidi testar meus conhecimentos e habilidades em uma multinacional americana na área de educação, na qual eu não tinha nenhum conhecimento prévio. Foi um grande desafio, mas também uma escola. Com um ano de trabalho, assumi a gerência nacional de ensino a distância (EAD) e 3 anos depois, tive uma oferta para assumir uma diretoria internacional no segmento de EAD em São Paulo, com possibilidades de ser transferida à matriz, em Chicago. Foi quando compreendi que era o momento de assumir os negócios da família e voltei a Aracaju para essa missão.

Em tempo, recomendo a todos que estejam preparando a transição na empresa, que exijam que seus sucessores passem por uma experiência em multinacionais arrojadas.

SCD – O mercado atacadista distribuidor movimenta uma grande parte da cadeia produtiva do estado. No setor de medicamentos, qual a participação da Somed e qual a projeção de posicionamento?

FS – O mercado farmacêutico se divide em algumas áreas: medicamentos de referência, medicamentos e insumos hospitalares, medicamentos genéricos e similares, HPC. A Somed atua na área de distribuição de medicamentos genéricos, similares e produtos correlatos, sendo a única distribuidora sergipana entre as TOP 3 do segmento em Sergipe. Somos também a empresa de origem sergipana mais longeva do estado nesta categoria, com 23 anos de atuação ininterrupta.

SCD – A profissionalização da gestão empresarial é importante para o crescimento do negócio?

FS – É fundamental! Não há mais espaço para amadorismo ou improvisação. O mundo muda muito rápido e é essencial ter uma equipe que se adapte a isso, que esteja atualizada e motivada a gerar valor para os clientes, pois é isso que vai fazer a diferença. Vai se sobressair a empresa que conseguir entregar excelência e, para isso, profissionalização e atualização constante são essenciais. Empresas não morrem de um dia para o outro. Empresas morrem aos poucos por não terem visão de negócio ou fazerem tudo igual todos os dias, e a liderança tem que estar atenta para não cair nessa armadilha. Para que isso não aconteça, os profissionais têm que ampliar seu “CHA” (conhecimentos, habilidades e atitudes) continuamente se não quiserem se tornar dispensáveis. A tecnologia está substituindo cada vez mais serviços operacionais, mas ainda está longe de substituir profissionais estratégicos e inteligentes. Eu acredito muito na fórmula de trabalho de inteligência somado a estudos contínuos de atualização.

SCD – As farmácias passaram por profundas mudanças ao longo dos anos, desde os produtos comercializados até a configuração das lojas. Como a Somed atua para apoiar as farmácias locais, para que mantenham competitividade nesse mercado tão concorrido?

FS – A Somed está continuamente em comunicação com laboratórios, com agentes do mercado farmacêutico e com clientes, trocando informações. Trazemos as novidades ao varejo, fazemos treinamentos de novos produtos, e nossos vendedores são treinados para oferecer consultoria aos clientes, entendendo as “dores” de cada um e colaborando com suas soluções. Estamos desenvolvendo um programa para o varejo farmacêutico para que eles adotem novas tecnologias, utilizem redes sociais, desenvolvam e-commerce e apps para atender o mercado. Os laboratórios parceiros com os quais trabalhamos também contam com materiais importantes no que tange às novas configurações de lojas, tendências de varejo, rentabilização de PDV por m², ampliação do portifólio de produtos e serviços dos PDVs, entre outros. Acredito que ajudar nossos clientes sergipanos a crescerem e competirem com redes de grande porte de igual para igual é a nossa obrigação, não só com o varejo local, mas com o estado de Sergipe.

SCD – A Somed é uma empresa associada ao Sincadise. Qual a importância de ser associada ao sindicato, para a empresa?

FS – O SINCADISE é uma organização séria, preocupada com o desenvolvimento dos negócios sergipanos com o objetivo de gerar empregos e renda para o nosso estado. Somos mais de 80 distribuidores das mais diferentes áreas, representando 5 bilhões de reais no PIB sergipano, gerando mais de 20 mil empregos no estado, todos dedicados a trazer e desenvolver negócios para aumentar a riqueza e prosperidade de Sergipe. As conquistas para desenvolvimento de negócios logradas pelo SINCADISE fazem toda a diferença para o bom e justo ambiente de negócios de distribuição. Para nós é uma honra participar de uma instituição tão atuante e ver o brilhante trabalho executado pelo nosso presidente Breno França e seu time em favor das melhorias e do desenvolvimento de negócios do nosso estado.

SCD – A Somed está em expansão das atividades e tem se destacado como um dos maiores representantes do comércio atacadista distribuidor do estado. Quais os planos para aumentar a atuação da empresa no mercado?
 

FS – Iniciamos em 2021 nosso processo de expansão, abrindo nossa primeira filial em Maceió para atender a todo o mercado farma em Alagoas. Nossa meta é estarmos entre os top 3 players deste estado nos próximos dois anos.

Ainda este ano, abriremos em Aracaju nossa primeira distribuidora de produtos HPC para atender uma das tendências do mercado farmacêutico atual. Com três unidades sob nosso guarda-chuva empresarial, nos tornamos o Grupo Sobral este ano para gerenciar todas as unidades. E não vamos parar por aí, nossa meta é uma nova unidade a cada dois anos. Inclusive, já temos o próximo mercado mapeado no Nordeste. É um grande orgulho ser uma empresa de origem sergipana a cruzar fronteiras na região e, futuramente, em outras regiões do país.